Jewish Heritage in Portugal – Douro and Beira

Os Judeus foram uma das mais importantes comunidades da Península Ibérica durante a Idade Média e Moderna, com um enorme contributo ao nível da astronomia, que permitiu iniciar a nossa expansão marítima, assim como os seus conhecimentos ao nível da medicina e da matemática. O judaísmo português é singular, sobrevivendo no período da Inquisição como cristãos-novos praticando o criptojudaísmo.

Esta viagem irá levá-lo aos pontos mais notáveis da herança judaica, como Porto, Lamego, Tarouca, Vila Cova à Coelheira, Leomil e Régua numa oportunidade única de descobrir o seu património intimamente ligado à sua cultura, usos e costumes.

Acompanhamento por nosso Autor durante todo o circuito – Ricardo Presumido
(Clique no separador para ler a sua biografia)

PROGRAM

Dia 1  • Porto – Lamego

Partida em frente à nossa agência do Porto às 09h00 para visita à Sinagoga Kadoorie – Mekor Haim (“Fonte de Vida”), sinagoga e sede da comunidade judaica do Porto, uma das maiores sinagogas da Península Ibérica. A sua história está intrinsecamente ligada à história do seu fundador, capitão Artur Barros Basto, um oficial do exército português convertido ao Judaísmo e que se tornou um importante líder da comunidade. Saída para Lamego, antiga cidade com uma forte herança cultural, repleta de igrejas, capelas e pontes medievais, bem como inúmeros vestígios de ocupação primitivas destas terras. Visita, a pé, ao centro histórico, espaço onde existiu o Tribunal do Santo Ofício e antiga judiaria. Alojamento no Hotel Lamego 4* ou similar.

Dia 2Lamego – Tarouca – Ucanha – Salzedas – Vila Cova à Coelheira – Quintela – Leomil – Lamego

Saída em direção a Salzedas com passagem por Tarouca, para visita ao espaço da antiga judiaria, e Ucanha, onde poderemos observar a magnífica Ponte e Torre de Ucanha, o mais bem conservado exemplo de uma ponte fortificada no nosso país, de arquitetura militar gótica do séc. XII. Prosseguimento para Vila Cova à Coelheira, e visita ao Centro da Memória Judaica, que dá a conhecer uma das facetas desta região de Vila Nova de Paiva e, em particular, da comunidade judaica. Continuação para Quintela e visita ao Santuário de Nossa Senhora da Lapa. As grandes pedras graníticas são marcas da rudeza e aridez do local, e a Lapa é uma pedra de granito, formando uma gruta que, por estar protegida, terá servido de refúgio à Nossa Senhora que dá nome ao santuário. Prosseguimento para Leomil onde todos os anos nesta altura se realiza o “Mercado dos Judeus”, fazendo jus à memória da presença dos judeus na vila e região. O evento de características judaicas enfatiza a memória e tradições e dinamiza um regresso ao passado com artesanato, gastronomia, animação e produtos regionais. Regresso a Lamego. Alojamento.

Dia 3Lamego – Régua – Porto

Saída em direção à Régua e visita ao Museu do Douro que preserva, estuda, expõe e interpreta objetos materiais e imateriais representativos da identidade, da cultura, da história e do desenvolvimento do Douro, independentemente da época histórica, de vários tipos e fabricos, com especial incidência nos elementos associados à vitivinicultura, atividade central no Douro. Prosseguimento para o Cais da Régua para embarque num mini-cruzeiro onde poderá admirar os socalcos esculpidos pelo Homem que se cruzam com o brilho das águas do rio Douro e pintam um quadro de beleza sublime. Regresso ao Porto. Fim da viagem e dos nossos serviços.

Pinto Lopes Viagens RNAVT no. 2070

 

PREÇO POR PESSOA EM QUARTO DUPLO
Valor Final – 395€

SUPLEMENTOS: Quarto individual – 70€

SINAL: 120€

 

INCLUI

– Circuito em autocarro de turismo;
– Alojamento e pequeno-almoço no hotel mencionado ou similar;
– Pensão completa, desde o almoço do 1º dia ao almoço do último (3 almoços e 2 jantares);
– Bebidas às refeições;
– Acompanhamento por nosso Autor durante todo o circuito – Ricardo Presumido;
– Guia local na Régua;
– Entradas mencionadas no programa;
– Minicruzeiro no rio Douro;
– Taxas hoteleiras, serviços e IVA.

EXCLUI

– Opcionais, extras de caráter particular e tudo o que não estiver mencionado como incluído.

 

– Viagem, em geral, adequada a pessoas de mobilidade reduzida e/ou grávidas. Caso existam necessidades especiais deverá contactar-nos.
– Em caso de rescisão pelo Cliente, o mesmo será responsável pelos custos e encargos decorrentes do cancelamento que sejam imputados à agência e resultem da não reafectação da referida viagem.
– A realização da viagem depende de um número mínimo de 20 viajantes, caso tal número não seja atingido será o cliente informado no prazo previsto nas condições gerais.

Historiador, Pós-Graduado em História Contemporânea pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Ricardo Presumido tem-se dedicado à Memória e ao Ensino do Holocausto, sendo fundador e Vice-Presidente desde 2009 da Memoshoá – Associação Memória e Ensino do Holocausto.

Ricardo Presumido participou em diversos Congressos nacionais e internacionais sobre a presente temática, destacando a sua participação na 8ª Conferência Internacional, Telling the Story, Teaching the Core que teve lugar no Yad Vashem em Israel, de 18 a 21 de Junho de 2012 e ainda na Conferência Portugal e o Holocausto: Aprender com o Passado, Ensinar para o Futuro que decorreu nos dias 29 e 30 de Outubro de 2012 na Fundação Calouste Gulbenkian. Ao longo da sua carreira docente tem participado em várias conferências, formações e projetos sobre a temática no ensino básico, secundário e universitário, tendo sido professor convidado no Curso de Formação Avançada em Memória Cultural: A Memória do Holocausto na Cultura Europeia de 8 de Fevereiro a 31 de Março de 2012 na Universidade Católica Portuguesa.

Dinamizou também o Ciclo de Cinema: Imagem e Memória, sobre a Segunda Guerra Mundial e o Holocausto que conta já com quatro edições, uma parceria entre a Memoshoá, a Câmara Municipal de Cascais e a Fundação D.Luís I.

Nos últimos anos organizou ainda Seminários sobre Rodas, viagens históricas sobre a Memória do Holocausto na Europa, nomeadamente na Polónia, Alemanha, Europa Central (República Checa, Áustria e Hungria), Bélgica, Holanda e Países Bálticos.